BRINQUEDO NOVO

Além de considerar democratas e republicanos farinha do mesmo saco, trago mais alguns detalhes que me colocam meio à parte da cultura norte-americana. Não gostar de moedas e torcer o nariz para câmbio automático são os dois que mais se sobressaem. O câmbio é porque não gosto mesmo, mas as moedas por razões práticas: enquanto insisti em mantê-las na carteira tive que conviver com cartões de crédito quebrados ou danificados. Então, já há algum tempo cultivo o hábito de regularmente esvaziar a carteira e os bolsos, jogando as moedas numa gaveta. Quem se dá bem com essa brincadeira é o Lucas porque, quando o montinho justifica uma visita à mercearia, que é nossa ‘casa de câmbio’, saímos de lá com algumas notas que vão direto para a carteira do carinha. Semana passada embolsou R$ 80,00.

Até que eu consiga, finalmente, convencê-lo de que não faz parte de minhas obrigações de pai pagar a conta do pipoqueiro, a grana vai se multiplicando na carteira dele. Acho que não preciso me preocupar com a cisma de estar criando um mão de vaca, porque ele já utilizou a própria fortuna para presentear os primos com carrinhos de controle remoto. Então, tá valendo.

Daqui a exatos oito dias é aniversário do moleque, e anteontem ele resolveu se dar um presente, cujo nome eu não sei mas é essa coisa aí da foto:
Trem esquisito

A minha preocupação agora é conseguir descrever o troço para a Ju e demais amigos deficientes visuais. Mas, lá vai: pensa numa geringonça que lembra dois skates sobre hastes metálicas que se unem na ponta por um guidão de patinete, uma rodinha na frente e duas atrás. Pronto, é isso. E é rapidinho que só:

Quando ninguém estiver olhando vou dar uma voltinha nessa coisa. Parece divertido.

Esta entrada foi publicada em Assuntos Gerais e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a BRINQUEDO NOVO

  1. Amauri Kravaski disse:

    Faça isso não mininu, vai dar trabalho pra Dona Eliana….Sua idade não permite largar a bengala pra se arriscar.

  2. Rogério disse:

    Vai ser só até o primeiro e único tombo. Só tenho que manter a bengala bem protegida, o resto é diversão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *